Botijão de Gás: Parte Dois – O que é?

by

No primeiro post sobre Botijão de Gás falamos das suas origens aqui no Brasil. Agora vamos entender melhor o que é o GLP, ou gás liquefeito de petróleo, procurando evitar as questões muito técnicas. Como o nome já diz, GLP é um gás, ou melhor, uma mistura de gases derivados do petróleo. Existem dois gases dominantes dentro do botijão, o propano e o butano. O propano é mais leve que o butano e provoca aquela chama azul característica. O butano é mais pesado e queima por último. Por transportar partículas que se depositam no fundo no botijão, sua chama é amarelada. Por isso, quando a chama do fogão começa a ficar amarela é sinal de que o gás está acabando.

O GLP é, obviamente, inflamável, o que exige muita atenção no manuseio do botijão. Não tem cheiro, por isso um composto a base de enxofre é adicionado ao gás para revelar a sua presença caso haja vazamento. O GLP não é venenoso, mas é asfixiante. Por ser mais pesado que o ar, quando há vazamento de GLP num local fechado este vai se acumulando ao nível do chão e expulsa gradualmente o oxigênio do ambiente, causando asfixia em quem permanecer ali. Logo, botijão com vazamento precisa ser removido para um local aberto.

O GLP é engarrafado no botijão sob pressão, o que faz com que se torne líquido. Para suportar a pressão do gás, o botijão é feito de chapas de aço muito resistentes. Sua fabricação  obedece obrigatoriamente as normas técnicas do Inmetro, e estas são muito rígidas. No botijão de gás de 13kg, cerca de 85% do gás está em estado líquido e 15% em estado gasoso. Por isso nunca se deve deitar o botijão de gás, pois se o gás em fase líquida for expelido pode provocar acidentes muito sérios.

Existem  tipos diferentes de botijão em razão da quantidade de gás que comportam. Veja alguns deles: O P2 comporta 2kg e é geralmente utilizado em lampiões.  O P5 comporta 5 kg e é utilizado em fogões ou maçaricos. O P20, com 20 kg, é usado como combustível de empilhadeiras, e é o único botijão que pode ser utilizado na horizontal. O P45 comporta 45 kg e é utilizado, geralmente, em restaurantes. Finalmente o P13, que comporta 13 kg, é o mais utilizado nas residências.

No próximo post vamos falar sobre os cuidados na hora de comprar, instalar e utilizar o GLP engarrafado. Aguarde.

About these ads

Tags: , ,

4 Respostas to “Botijão de Gás: Parte Dois – O que é?”

  1. sergio ferraz Says:

    clicki de botijão de 13kg é o mesmo do botijão de 20kg e o gás é o mesmo?

    • Montini Says:

      Caro Sérgio,
      O Regulador de Gás (click) para botijão de 13kg (P13) e para o botijão de 5kg (P5) foi desenvolvido especialmente para uso em fogão doméstico. O botijão de 20 kg (P20) é de uso exclusivo para empilhadeiras, e estas possuem válvulas reguladoras de pressão específicas. Ou seja, não dá para usar um botijão P13 numa empilhadeira, ou um botijão P20 no fogão. O gás (GLP), entretanto, é exatamente o mesmo para ambas as modalidade de consumo.

  2. Satiko Says:

    Comprei uma fritadeira industrial . Gostaria de saber como devo proceder para fazer a instalação de gás de 45 kg

    • pmontini Says:

      Botijões de 45kg (P45) necessitam de projeto específico de instalação em função de onde e como será utilizado. A norma ABNT NBR13.523 trata da instalação desse tipo de botijão, porém, dá ênfase às baterias de botijões P45 em prédios. Recomendamos entrar em contato com o seu fornecedor de GLP ou empresa de instalação especializada.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 168 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: