Dia Internacional da Saúde da Mulher

by

Na próxima sexta-feira, 28 de maio,em comemoração ao Dia Internacional da Saúde da Mulher o Centro de Recursos Humanos do IPEM-SP irá promover a palestra “A mulher e suas nuances” , com  uma psicóloga  do Núcleo de Atenção à Saúde  da Unimed.

O Almanaque foi pesquisar sobre a saúde feminina e encontramos alguns dados preocupantes. Fatores como estresse, sedentarismo e maus hábitos alimentares contribuem para que doenças, como as cardiovasculares apareçam. Cada vez mais as mulheres estão obesas, hipertensas e tem pouco tempo para praticar exercícios físicos. Aproximadamente 32% dos brasileiros apresentam sobrepeso. Essa taxa é de 38% para o sexo feminino e 27% para o masculino. Nos Estados Unidos, uma em cada cinco mulheres numa praticou qualquer atividade física.

Segundo a Sociedade Brasileira de Cardiologia, o tabagismo também é um importante fator de risco. A mortalidade aumenta em 31% entre mulheres expostas ao cigarro em casa ou no trabalho. O consumo de álcool também deve ser moderado. Estudos apontam que um cálice de vinho tinto seco por dia pode melhorar a relação entre o LDL e o HDL (os chamados mau e bom colesterol).

As mulheres ainda devem cuidar da alimentação, com uma dieta rica em frutas, fibras e vegetais. O peixe tem que fazer parte do cardápio, pelo menos, duas vezes por semana. As gorduras saturadas não podem ultrapassar o limite de 10% da energia total diária e as trans devem ser evitadas. As mulheres têm que ficar atentas aos níveis de LDL no sangue. O ideal é que ele esteja abaixo de 130 mg/dl, mas, se houver histórico familiar ou outras doenças que coloquem em risco o aparelho cardiovascular, a taxa deve ser menor que 100 mg/dl.

É importante reavaliar hábitos adquiridos com a vida moderna e lembrar que a saúde é fundamental para qualquer atividade e que perder a saúde por cuidar apenas dos outros e por carga excessiva de trabalho, não vale a pena!. Confira o texto da Danusa Leão, ” Eu me rendo” , fala exatamente dessa mulher impossível que ao querer libertar-se, mais se escravizou!

Anúncios

Tags: , , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: