Anedota com medida portuguesa

by

O alqueire designava, originalmente, uma das bolsas ou cestas que se punha sobre o animal de carga, pendente para ambos os lados do seu dorso. Já no século XV deu-se o nome de alqueire ao recipiente usado para medir o volume de mercadorias secas, geralmente grãos. O hábito de avaliar o tamanho das terras agricultáveis pelo volume de grãos que elas produziam fez com que o alqueire passasse a ser empregado como unidade de área em propriedades rurais, como o alqueire Paulistas, o Mineiro etc.

Atualmente usa-se o hectare, unidade de área admitida temporariamente pelo SI que equivale a 10.000 m², ou o metro quadrado e seus múltiplos. Mas… E a anedota? Confira:

Estavam dois agricultores, um Americano e um Alentejano a compararem o tamanho de suas propriedades:

 – Qual é o tamanho de suas terras? – Pergunta o Americano.
 – Para os padrões portugueses a minha terra tem um tamanho razoável, vinte alqueires, e a sua?
– Olha, eu saio de casa de manhã, ligo o meu jeep e ao meio-dia ainda não percorri a metade da minha propriedade. – Gabou-se o Americano.
 – Pois é, – responde o Alentejano – já tive um carro desses. Esses Jipes americanos só dão problema e não andam nada…
Anúncios

Tags: ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: