As bolas utilizadas nas 5 Copas em que o Brasil foi campeão

by

A primeira edição da  Copa do Mundo de Futebol da FIFA (abreviação de Federation International Football Association) ocorreu em 1930, após ser criada pelo então comandante da instituição, Jules Rimet. A primeira competição ocorreu no Uruguai, tendo a participação de 13 equipes convidadas. Nos anos de 1942 e 1946, a Copa não ocorreu devido à Segunda Guerra Mundial.

Desde 1998 , são 32 times que participam da competição.  O Brasil é o país que alcançou mais títulos mundiais, cinco – 1958 na Suécia, em 62 no Chile, em 70 no México, em 94 nos Estados Unidos e 2002 na Copa da Córeia/Japão.

Futebol é uma vocação do Brasil e torcer com muita garra e uma pitada de superstição também são características do nosso povo. A bola é a peça chave nesse jogo e ela também faz milagre, ela enche a rede, ela ganha Copa e acima de tudo, conta história. Confira!

Suécia – 1958

Jmunuste Fontaine da França alcançou o recorde do torneio de 13 gols nestas finais e ainda o mantém, mas, apesar disto, foi o Brasil e o país anfitrião, a Suécia, que se encontraram na final em Estocolmo.
A Suécia, surpreendentemente, marcou primeiro, mas Garrincha desviou miraculosamente, passando dois zagueiros e cruzando de volta para Vavá marcar. Vinte minutos depois, ele fez a mesma coisa de novo. Pelé, com somente 17 anos, marcou o terceiro, armando a bola em sua coxa, fisgando ela para cima de sua cabeça, girando e rebatendo fora do alcance de Svensson. Para o segundo, ele pulou alto acima do zagueiro para dar uma majestosa cabeceada. O Brasil venceu por 5-2 e estava a caminho de se tornar o melhor time de futebol do mundo, com aquele que seria depois nomeado o melhor jogador de futebol dodo de todos os tempos.
A bola de 18 gomos foi desenhada com costura interlaçada em zig-zag, para que houvesse menos tensão na costura.

CHILE – 1962

As bolas de futebol usadas no Chile em 1962 não correspondem, de forma nenhuma, às do padrão europeu. No período das chuvas, havia reclamações de que as bolas estavam “bebendo” água e, no sol, estavam perdendo sua cor. De fato, antes do chute inicial, bem no início da partida entre Chile e Suíça, o árbitro, Ken Aston da Inglaterra, pediu para ver as cinco bolas de futebol que seriam usadas no jogo. Ele ficou tão horrorizado com as péssimas condições em que estavam, inclusive descascadas, que pediu uma bola nova que chegou somente aos dez minutos do segundo tempo. Assim, várias bolas européias foram usadas como substitutas das marcas locais em muitas das partidas restantes.
Na Final, o Campeão Brasil teve a surpresa de encontrar como finalista a Tchecoslováquia em Santiago. Os tchecos marcaram primeiro. Eles supostamente eram mais fortes na defesa, mas, na partida, foi o goleiro deles, Shrojf, quem foi culpado por todos os gols brasileiros. Primeiro, ele permitiu que Amarildo colocasse a bola entre ele e a trave em um ângulo impossível, depois ficou fora da posição no segundo – uma cabeceada de Zito, e, finalmente, falhou ao segurar a bola e deixou uma confiante cruzada de Djalma Santos para Vavá que lançou alegremente para dentro da rede para a vitória de 3-1.

Mexico – 1970

O México viu o nascer de uma nova era quando a adidas começou sua parceria, já há muito existente, com a FIFA para fornecer bolas de futebol para todos os torneios da FIFA. Também foi a primeira vez que uma bola recebia um nome especial para Copa do Mundo FIFA, apropriado para a época. “Telstar” foi um pequeno satélite esférico de comunicações lançado da Flórida em 1962, mas que se tornou, provavelmente, o satélite mais famoso de todos os tempos por causa do instrumental pop com o mesmo nome que foi sucesso no mundo todo pelo The Tornados. A bola de couro de 32 gomos com seus hexágonos brancos e seus pentágonos pretos tinha uma grande semelhança com o satélite, que tinha fundo iluminado coberto de painéis escuros. A Telstar foi substituída por novos projetos, mas continuou sendo o desenho definitivo usado pelos artistas, desenhistas gráficos e cartunistas quando queriam ilustrar o futebol. A Adidas distribuiu somente 20 bolas para uso nas finais e vendeu cerca de 600.000 bolas oficiais e réplicas após o campeonato. É interessante comparar este número com os de 2004!
Brasil e Itália jogaram ataque contra defesa na Final. O Brasil tomou a frente quando Pelé pulou alto acima do zagueiro para marcar com uma cabeceada espetacular. Um descuido de Clodoaldo na marcação fez a Itália empatar, mas, logo, Gerson bateu num cruzamento baixo para fazer 2-1. Jairzinho, o único jogador a marcar gol em todas as partidas, correu com a bola para dentro da rede para o terceiro, e o capitão, Carlos Alberto, fez o quarto com um magnífico e poderoso chute.

Estados Unidos 1994

A bola chamou-se a “Questra”, a partir da palavra “quest”,para indicar a busca dos EUA por estrelas, e estrelas foram incorporadas na tríade. A bola foi desenvolvida na França e, depois, totalmente testada pelos times e jogadores tanto da Europa quanto dos EUA. A bola foi fabricada com cinco materiais diferentes com uma camada externa final durável, mas flexível, feita de poliuretano.
O Brasil encontrou a Itália na Final – repetindo 1970. O Brasil não foi capaz de romper a defesa italiana, embora tivessem ocorrido alguns chutes a gol. Roberto Baggio foi o atacante-estrela italiano nas primeiras partidas, mas sofreu uma lesão no tendão e não estava bem. No final dos 120 minutos, o placar era 0 x 0.
Então, pela primeira vez, o resultado do jogo foi decidido nos pênaltis. Márcio Santos perdeu para o Brasil, assim como Barese e Massaro para a Itália. Biagio preparou-se para igualar o placar, mas atirou a bola diretamente sobre a trave superior do gol de Tafarel, e o Brasil levou a quarta Taça do Mundo FIFA.

Copa da Córeia/Japão 2002

A bola para a FIFA World Cup Korea/Japan™, conhecida como a “Fevernova”, era o resultado de três anos de aperfeiçoamento na “Tricolore” no centro de pesquisa da Adidas em Scheinfeld, no sul da Alemanha. O material consiste em seis camadas ou revestimentos, começando com uma bexiga de látex natural dentro, depois um tecido de malha Raschel com três camadas, a espuma sintática, uma camada de poliuretano, uma impressão protegida com tinta Iriodin e, finalmente, uma camada de poliuretano transparente resistente ao rasgo. O desenho da tríade adidas se tornou, agora, duas tríades simples ampliadas, com as setas para o sentido horário nas cores cinza, vermelha e dourada. O fundo não era mais o branco puro tradicional, mas mais uma cor champanhe. Mais de 2500 bolas foram fornecidas para as finais e cerca de seis milhões de bolas oficiais de alta qualidade e bolas réplicas já foram vendidas em todo o mundo.
A final foi entre as duas nações mais famosas da FIFA World Cup™ de todos os tempos – Brasil versus Alemanha. Os dois gols no segundo tempo de Ronaldo deram ao Brasil seu quinto campeonato da FIFA World Cup™ e, definitivamente, espantaram os fantasmas da final na França de 98. Foi uma briga dura num jogo de igualdade, próprio de um duelo de titãs do mundo do futebol, mas Ronaldo deu o toque de grandeza que separou os dois times em Yokohama, Japão.

Testes em bolas de futebol

Os jogadores profissionais e estrelas em ascensão precisam da melhor bola possível para aperfeiçoar suas habilidades. Uma bola deve responder da mesma maneira todas as vezes que for batida, seja nos 90 minutos de jogo ou no pontapé inicial. O menor defeito afeta o vôo da bola, o ângulo de batida e, consequentemente, a partida inteira.

Para garantir a maior qualidade possível para bolas de futebol de campo, de praia e futsal, e para fazer com que seja reconhecida no mundo inteiro instantaneamente, a FIFA introduziu o Conceito de Qualidade da FIFA. As bolas são testadas num laboratório e apenas as que atingem os altos padrões da FIFA recebem um dos logotipos de qualidade da FIFA: `FIFA INSPECTED ’ ou o padrão mais alto `FIFA APPROVED ’. Veja aqui quais são os testes.

Fonte: Fifa.com

Anúncios

Tags:

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: