Medições estranhas: Dendrometria

by

Com a dendrometria iniciamos uma nova série de posts a que chamamos medições estranhas. A idéia é abordar aspectos da metrologia que,  por serem muito específicos ou muito técnicos, acabaram entrando para o rol dos assuntos misteriosos.

A palavra dendrometria vem do grego: dendro (árvore) + metria (medir). Significa literalmente medida de árvore e diz respeito aos métodos usados na medição das árvores sob vários aspectos.

A dendrometria começou com a necessidade de medir a quantidade de madeira para ser usada como lenha, que era cortada e empilhada na floresta. Com o tempo criou-se, na Europa, uma medida específica para essa medição, o estéreo (“sólido”, em grego) que equivale a um metro cúbico. O estéreo foi abandonado devido à imprecisão das medições. Desde 2009  não é mais utilizado legalmente no Brasil. Hoje o volume de madeira é expresso em metros cúbicos.

Lenha, antigamente medida e comercializada em "estéreo"

Outra medida importante é a altura das árvores, sobretudo num reflorestamento comercial. Utiliza-se para isso o dendrômetro hipsômetro de blume-leiss. Esse instrumento avalia a altura da árvore por cálculo geométrico. Ele possui um dispositivo óptico, uma espécie de mira, pela qual o profissional pode fazer as visadas. Outro instrumento que faz esse trabalho é o relascópio.  Sim, são nomes bem estranhos…

dendrômetro hipsômetro de Blume-leiss

Finalmente, outra medida interessante é a idade da árvore, obtida pela contagem de anéis de crescimento,  já que a cada ano dois novos anéis são acrescentados. Para isso utiliza-se um trado, uma espécie de verruma usada para perfurar o tronco até o seu centro e retirar um filete, evitando-se assim cortar a árvore para calcular a sua idade.

Anúncios

Tags:

17 Respostas to “Medições estranhas: Dendrometria”

  1. patricia Says:

    Onde consigo comprar um dendrômetro hipsômetro de Blume-leiss, e qual valor??? Sou de minas gerais. Aguardo retorno quem puder me ajudar.

    • Montini Says:

      Cara Patrícia,
      O objetivo do post foi apenas o de explicar o que é dendrometria para o público leigo. Aqui no IPEM de São Paulo, contudo, não utilizamos esses instrumentos. Sinto não poder ajudar.

  2. Rafael Says:

    Olá tem um outro hipsometro chamado TruPulse 200 que faz a medição..Muito bom.

  3. Felipe Says:

    O volume “estéreo” (st) é muito utilizado sim. É o volume de toras empilhadas e diz respeito ao volume sólido (madeira) mais os espaços entre as toras. É necessário um fator de cubicação para obter o equivalente em metros cúbicos.

  4. Eneida Angoletti Says:

    Estranha mesmo, nunca ouvi falar nessa medição! Que bom, você trazer essas novidades. Parabéns!

  5. Edson Says:

    Gostei da novidade. Muito interessante.

  6. Arlindo da Siva Junior Says:

    Caracas, Montini !!! Interessante e curiosíssimo o relato desta parte “obscura” da metrologia. Parabéns!

  7. YASNAIA L. L. D´AMATTO Says:

    ACHEI SUPER INTERESSANTE.

  8. Helena Says:

    Que legal…adoro curiosidades..parabéns..

  9. Ana Maria jacobitti Says:

    Matéria Superinteressante.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: