Medições Fabulosas: O Barco e a Pousada.

by

casabarco3

– Casas e barcos são muito parecidos… – argumentava o velho marinheiro de prosa com o dono de uma pousada a beira-mar. – É claro que uma canoa é muito diferente de um apartamento, mas um navio de turismo é bem parecido com um grande hotel, a não ser pelo fato do navio levar as pessoas para lugares distantes, enquanto no hotel são as pessoas de lugares distantes que vão até ele.

– Isso não quer dizer nada! – retrucou o dono da pousada – Não adianta querer comparar o seu barco com a minha pousada. Tenho muito mais espaço do que você.

– Será mesmo? – duvidou o marinheiro – Então vamos ver. Vivo com muito conforto no meu barco de 30 pés. Quantos pés têm a sua casa?

– Pés? Isso só pode ser pergunta de marinheiro. Lá em casa os únicos pés são os das pessoas que eu hospedo, além dos meus próprios. Nós, que moramos no seco, usamos o metro para medir as coisas.

– Pois que seja, meu amigo estalajadeiro! Um pé tem 30,5 centímetros. Então, 30 pés equivalem a 9,15 metros.

– Nem precisa continuar, meu amigo lobo-do-mar. Minha pousada tem 200 metros quadrados, portanto é muito maior que o seu barco.

– Você está comparando alhos com bugalhos! Não se compara comprimento de barco com área! Quero ver se a tonelagem da sua pousada é maior que a do meu barco.

– Que negócio de tonelagem é esse?

– Ora, seu pirata de terra firme, todo mundo sabe que a tonelagem vale 100 pés cúbicos…

– Lá vem você com os pés de novo! Para mim tonelada é peso. Uma tonelada vale mil quilogramas.

– Não é tonelada, é tonelagem. É medida de volume porque, antigamente, o volume de um barco tinha a ver com quantos tonéis de vinho ele podia transportar. Tonelagem vem daí. Entendeu? Pois então. Se 100 pés cúbicos equivalem a 2,83 metros cúbicos, qual é a tonelagem da sua casa?

– E eu lá vou querer saber uma coisa dessas?

– Pois é aí que está. Você acha que a sua pousada é maior do que o meu barco, mas esquece que nos barcos nós ocupamos todo o volume disponível.

– Vá lá… Mas a minha pousada não é só a casa! Eu também tenho um pomar…

– E eu tenho todo o mar…

– Não adianta! – Disse finalmente o dono da pousada – Nós nunca vamos chegar a um acordo sobre isso. É melhor você voltar para o seu barco enquanto eu retorno à minha pousada.

E assim fizeram. Quem, entretanto, via o barco e a pousada de longe, mal podia distinguir um do outro…

Moral da história: A melhor maneira de comparar as coisas é medindo-as, desde que se saiba qual aspecto (ou grandeza física) se medirá nelas.

Anúncios

Tags:

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: