Archive for the ‘Hidrômetro’ Category

Hidrômetro

10 de agosto de 2020

foto: divulgação

O hidrômetro, popularmente conhecido como relógio de água, é um medidor de volume que mede, registra e memoriza a quantidade de água que passa por ele. É utilizado pelas empresas distribuidoras (as saneadoras) para medir o volume de água consumido por uma residência, ou seja, é por seu intermédio que a água é cobrada.

Assim, por ser um instrumento de medir utilizado em transação comercial (venda de água), ele está sujeito à metrologia legal e é regulamentado pela Portaria Inmetro 246/2000 . Essa regulamentação se restringe aos hidrômetros taquimétricos para água fria de até 15 m³ de vazão nominal, os mais utilizados para medir o consumo de água nas residências.

A palavra hidrômetro vem, obviamente, do grego hydor, “água”, mais metron, “medida”, assim como taquimétrico vem do grego takhos, “rapidez, velocidade”, mais metron, “medida”.

Ou seja, esse tipo particular de hidrômetro é um medidor de volume de água que tem por princípio de funcionamento o movimento de uma turbina hidráulica (uma pequena roda d’água) que gira conforme a água passa por ela. Quanto mais água passa pela turbina, mais rápido ela gira, e esse movimento é transmitido a uma relojoaria que computa o número de voltas e o transforma em unidades de volume, no caso metros cúbicos, litros, e seus submúltiplos. A roseta giratória, existente na maioria dos modelos, reproduz o movimento da turbina e indica que o medidor está em funcionamento. Também serve para fazer a leitura mediante dispositivo óptico acoplado ao instrumento.

Ilustração: divulgação

Na ilustração acima vemos um hidrômetro analógico, de vazão nominal 1,5 m³/h (1500 litros por hora). Os quatro primeiros algarismos (em preto) do mostrador representam o volume em metros cúbicos. No exemplo temos 3534 m³, ou seja, 3.534.000 litros. Os algarismos seguintes (em vermelho) representam centenas e dezenas de litros. Então, a leitura será, até aí, 3.534.850 litros. Os ponteiros vermelhos indicam litros e decilitros. Assim, a leitura completa será 3.534.858,35 litros registrados pelo instrumento desde quando instalado. Nos hidrômetros digitais basta ler o número no display. Para saber o consumo de um certo período, basta subtrair a leitura anterior da leitura atual.

Bancada de ensaio de hidrômetros. Laboratório de vazão. foto: Ipem-SP

Às vezes acontece de o consumidor não concordar com o consumo de água apresentado na fatura. Nesse caso, o jeito é reclamar junto à empresa distribuidora de água. Se a empresa não reconhecer que houve erro de leitura e o consumidor não estiver convencido, pode recorrer ao Juizado Especial Cível (pequenas causas). Caso não haja conciliação, o juiz pode determinar o encaminhamento do hidrômetro ao laboratório de vazão Ipem-SP, para perícia.