Posts Tagged ‘Operações de Fiscalização’

Para não comprar gato por lebre – Kit escolar

2 de fevereiro de 2011

Funcionários do Dace acompanham a linha de montagem dos kits para escolas da rede pública da Capital

Estudo é coisa séria, e material escolar não deve causar acidentes de consumo e muito menos prejudicar a saúde do consumidor.  Anualmente, as prefeituras de todo país solicitam milhares de Kits escolares para abastecer as escolas públicas. Esses kits percorrem um longo caminho até chegarem nas mãos dos alunos.

O Ipem-SP presta um serviço sob demanda para acompanhar esse processo. O Departamento de Avaliação e certificação do Ipem-SP (DACE) presta consultoria à Prefeituras Municipais que contratam o Instituto para auxiliá-las nas especificações do material de acordo com as necessidades de durabilidade, funcionabilidade, segurança, etc. que constarão dos editais de licitação. Depois o DACE acompanha o processo de montagem dos kits da empresa vencedora que fornecerá o produto.

Todos os kits precisam ser montados com as mesmas quantidades de material e com os mesmos produtos. Além disso, o processo de montagem precisa ser acompanhado para garantir que os produtos sejam acomodados da maneira correta para chegarem intactos no destino final.

Além  dos kits, também são analisados itens de mobília e uniformes escolares. Vale lembrar que esse serviço pode ser realizado tanto para rede pública quanto privada.

Para obter mais informações e solicitar orçamentos, entre em contanto com o DACE por aqui.

Bomba de combustível: Como é feita a fiscalização

21 de junho de 2010

O Ipem-SP fiscaliza, pelo menos uma vez ao ano, as bombas de combustível dos postos de serviço no Estado de São Paulo. Veja como isso é feito:

Em primeiro lugar a equipe de fiscalização do Ipem-SP, geralmente composta por um Especialista em Metrologia e Qualidade (fiscal) acompanhado de um Técnico em Metrologia e Qualidade (auxiliar) se identifica ao responsável pelo estabelecimento e solicita que este indique alguém para acompanhar os trabalhos.

O fiscal utiliza um coletor de dados eletrônico para conferir e atualizar os dados do estabelecimento e para registrar e controlar os instrumentos verificados.

No caso da bomba de combustível são realizados os ensaios de exame visual e de erros de medição (desempenho da bomba), e a consequente  substituição de lacres e selos. Após a verificação o responsável pelo estabelecimento deve recolher o valor da taxa de verificação.  Caso haja alguma irregularidade o posto de serviço pode ser autuado e a bomba de combustível pode ser interditada.

O vídeo a seguir documenta todo o procedimento. Acompanhe:

Ipem-SP analisa a Copa por meio da metrologia!

9 de junho de 2010

 

No período da Copa do Mundo de 2010, o Ipem-SP irá escrever semanalmente sobre aquelas dúvidas e curiosidades em relação às  definições das regras da Fifa. Você já se perguntou  como é feito o cálculo no “tira-teima”? Ou  sobre  a distância máxima e mínima  permitida entre o tiro de meta e o gol? Quais os padrões de circunferência, peso e pressão que a bola deve ter? Quais instrumentos são utilizados para fazer a medição dos campos? Acompanhe o nosso blog e fique informado sobre todos esses assuntos.

Para dar início à série de matérias, editamos um vídeo da equipe do Ipem-SP realizando ensaios em alguns dos produtos  mais consumidos durante a Copa. Além de mostrar um pouco do trabalho realizado nos laboratórios, o vídeo também traz o depoimento do responsável pela qualidade de um dos produtos analisados. Nosso mascote aí em cima também já está suando a camisa, tanto por ir atrás das informações da Copa  como por  ficar fazendo embaixadinha com a sua mais nova Jabulani!

Balança: Como é feita a fiscalização

31 de maio de 2010

O Ipem-SP fiscaliza, pelo menos uma vez ao ano, as balanças utilizadas para fins comerciais no Estado de São Paulo. Veja como isso é feito:

Em primeiro lugar a equipe de fiscalização do Ipem-SP, geralmente composta por um Especialista em Metrologia e Qualidade (fiscal) acompanhado de um Técnico em Metrologia e Qualidade (auxiliar) se identifica ao responsável pelo estabelecimento e solicita que este indique alguém para acompanhar os trabalhos.

O fiscal utiliza um coletor de dados eletrônico para conferir e atualizar os dados do estabelecimento e para registrar e controlar os instrumentos verificados.

No caso da balança são realizados os ensaios de exame visual e de erros de medição (desempenho da balança), e a consequente  substituição de lacres e selos. Após a verificação o responsável pelo estabelecimento deve recolher o valor da taxa de verificação.  Caso haja alguma irregularidade o estabelecimento pode ser autuado e a balança pode ser interditada ou até apreendida.

O vídeo a seguir documenta o procedimento desenvolvido pelos fiscais do Ipem-SP quando verificam balanças no comércio. Confira:

Produtos Têxteis: O que o Ipem-SP fiscaliza

5 de maio de 2010

Produtos têxteis são aqueles compostos por fibras ou filamentos têxteis (que podem ser transformados em fios utilizados para fabricar tecidos). As peças de vestuário, tecidos, linhas, colchões, lençóis, cortinas e roupas em geral são produtos têxteis. A fiscalização realizada pelo Ipem-SP baseia-se no Regulamento Técnico Mercosul sobre a etiquetagem aprovado pelo Conmetro. Esse regulamento estabelece quais informações as etiquetas precisam ter. Todo produto têxtil deve apresentar, obrigatoriamente, cinco categorias de informação ao consumidor.

(more…)

Dia das Mães : compra de eletrodomésticos

3 de maio de 2010

O Dia das Mães está chegando e o Almanaque do Ipem tem uma dica especial para você. Eletrodomésticos ainda são a opção de muita gente na hora de presentear neste dia, mas existe uma coisa que você precisa estar atento.

(more…)

Mais uma ação a favor do meio ambiente

30 de abril de 2010

 

Durante a Cimeira desse ano (encontro dos governos regionais dos cinco continentes para desenvolver ações para o controle do aquecimento global), em muitos painéis surgiu a questão da poluição causada pelo uso intensivo do automóvel, como uma das principais causas do aquecimento global, principalmente nos grandes centros urbanos.

(more…)

Produto pré-medido: Como é fiscalizado.

23 de março de 2010

Produto pré-medido é aquele cuja quantidade é determinada sem que o consumidor acompanhe o processo de medição. Já falamos sobre produtos pré-medidos aqui no Almanaque. Neste post vamos abordar o modo como o Ipem-SP fiscaliza esses produtos. O primeiro critério é dividir toda a gama de produtos em duas categorias:

(more…)

Eu só quero chocolate!

18 de março de 2010

As datas comemorativas sempre nos levam ao consumo de algum produto característico. No caso da Páscoa, aumenta a produção e o consumo de colombas e principalmente de chocolate, muito chocolate! E o Ipem também prepara toda uma programação para cobrir esses eventos.

Aconselhamos que o consumidor verifique quais foram os produtos que apresentaram irregularidades antes de ir às compras. Afinal, queremos todo o chocolate a que temos direito pelo que pagamos! Há também uma série de cuidados que o próprio consumidor pode tomar na hora de adquirir essas delícias, confira as dicas:

  • O ovo de chocolate deve apresentar, de forma clara, a indicação do peso líquido na sua embalagem. Esta indicação deve referir-se somente ao peso do produto, desconsiderando-se o valor da embalagem e dos brindes, se houver.
  • A numeração que os ovos possuem serve apenas como referência. Ou seja, não se pode dizer que um produto com numeração maior pesa mais, pois cada marca adota uma escala diferenciada de tamanho. Se os brindes no interior embalagem forem brinquedos, estes precisam apresentar o prazo de validade, registro nos órgãos competentes, a indicação da faixa etária e a marca de conformidade do Inmetro, que garante a qualidade do brinquedo e a segurança das crianças.

Para não comprar gelo por peixe

8 de março de 2010

O Ipem-SP fiscaliza a quantidade dos produtos pré-medidos expostos à venda nos supermercados. Produto pré-medido é aquele cuja quantidade é determinada sem que o consumidor esteja presente para acompanhar o processo de medição.

Como todo produto pré-medido, os pescados congelados (peixes, crustáceos, moluscos, anfíbios etc.), glaciados ou não, com conteúdo nominal (peso do produto declarado na embalagem) desigual são obrigados a apresentar a indicação da quantidade na embalagem. O conteúdo nominal declarado deve corresponder ao peso do produto sem a camada de glaciamento.

O glaciamento consiste na aplicação de água, com ou sem aditivos, sobre a superfície do pescado congelado para formar uma camada protetora de gelo que evita a oxidação e a desidratação.

Além de informar, na embalagem, a quantidade de pescado que ela contém, o responsável por embalar o produto deve informar, também, o peso da própria embalagem e o peso do glaciamento, quando houver.

Durante o exame metrológico são verificadas as informações sobre o peso da embalagem, o peso do glaciamento e o peso do pescado contido na embalagem.

Caso o produto esteja irregular,  o responsável é autuado e pode pagar multa. Os produtos irregulares devem ser retirados de comercialização. A Portaria Inmetro n° 284 de 10 de junho de 2019 regulamenta a forma de expressar o conteúdo nominal para os pescados congelados pré-medidos com conteúdo nominal desigual.