Arquivo do Autor

11 de julho – Dia Mundial da População

8 de julho de 2020

O Dia Mundial da População foi criado pelo Conselho de Governo do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento em 1989, como conseqüência do interesse gerado pelo Dia dos Cinco Bilhões, quando essa marca foi atingida em 11 de julho de 1987. Pela resolução 45/216 de dezembro de 1990, a ONU manteve a data para aumentar a conscientização sobre os problemas da população e as suas relações com o meio ambiente e o desenvolvimento.

Estima-se que cerca de 83 milhões de pessoas estão sendo adicionadas à população mundial a cada ano, de modo que a população global deverá atingir 8,6 bilhões em 2030; 9,8 bilhões em 2050 e 11,2 bilhões em 2100.

E antes que alguém pergunte o que o Almanaque tem a ver com isso, lembramos que demografia é metrologia. A Demografia e a Geografia da População são ciências afins que se valem da quantificação obtida nos censos demográficos, e das correlações e análises estatísticas de dados, para estudar o fenômeno populacional e a sua dinâmica, e com isso projetar tendências e suas consequências.

Ilustração: wikimedia commons – clique na imagem para ampliar

Uma dessas correlações, a densidade demográfica, é uma medida de distribuição das pessoas em uma determinada área (habitantes por quilômetro quadrado). O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) estima que a população brasileira já ultrapassou os 210.000.000 (duzentos e dez milhões) de pessoas. Como o Brasil tem área de 8.515.767 km², então a densidade demográfica média será de 24,6 hab/km². Parece pouco, mas não é, pois o território brasileiro tem imensas áreas despovoadas. Veja no mapa a distribuição da população no mundo.

Medidores de Velocidade (Radares)

30 de junho de 2020

Os medidores de velocidade para veículos automotores, popularmente conhecidos como “radares” são instrumentos usado para medir e registrar velocidade destinados ao monitoramento do trânsito.

Esses instrumentos estão submetidos ao Regulamento Técnico Metrológico aprovado pela Portaria Inmetro nº 544/2014, por isso são obrigatoriamente verificados antes de serem colocados em operação (verificação metrológica inicial) e após instalados ou em uso pela autoridade policial (verificação metrológica subsequente).

Como funcionam:

É bom lembrar que o RADAR (sigla da expressão em inglês Radio Detection and Rangig) é um aparelho que localiza objetos a longa distância utilizando ondas eletromagnéticas. Possue uma antena emissora/receptora de ondas de rádio que se propagam até atingirem o alvo, retornando ao radar. A diferença de tempo de ida e de volta da onda determina a distância ou a velocidade do objeto. Portanto, nem todos os medidores de velocidade que chamamos de “radar” são radares de fato. Veja:

Medidor por radar propriamente dito: transmite e recebe ondas contínuas na faixa de micro-ondas, propiciando a medição da velocidade do veículo alvo através do efeito Doppler.

Medidor óptico: projeta um feixe de luz (Laser) no veículo alvo, e a medição é feita pelo processamento da energia por ele refletida.

Medidor de sensores de superfície: utiliza sensores instalados na superfície da via que detectam a passagem do veículo. A medição é feita em função do tempo de passagem do veículo entre dois sensores cuja distância entre eles é fixa e conhecida.

Em geral, os medidores são constituídos por:

dispositivo de detecção, que identifica as distâncias necessárias para o cálculo da velocidade dos veículos.

dispositivo de medição, constituído por micro processador e software que capta os dados do sistema de detecção e efetua o cálculo da velocidade.

dispositivo de processamento, constituído por um processador e software dedicado ao controle do sistema.

dispositivo de armazenamento, que registra e armazena os dados referente à medição.

dispositivo de registro óptico, constituído por câmera fotográfica ou de vídeo capaz de identificar o veículo.

Verificação metrológica

Os medidores podem ser fixos (como os das fotos), portáteis (tipo pistola), móveis (instalados em veículos em movimento) ou estáticos (sobre suporte que pode ser deslocado de um ponto para outro). No Estado de São Paulo é o Ipem-SP que fiscaliza todos esses instrumentos e verifica se apresentam medições corretas. A verificação dos instrumentos em operação é feita uma vez ao ano (verificação periódica), ou sempre que sofrem manutenção ou transferência de local de instalação (verificação eventual).

As verificações são realizadas com a utilização de uma viatura oficial, dotada de medidor de velocidade de alta precisão previamente calibrado (padrão). Os ensaios são realizados em cinco velocidades diferentes. Após a passagem da viatura pelo medidor, os resultados registrados pelo seu sistema fotográfico são confrontados com os resultados obtidos pelo padrão do Ipem-SP.

Os medidores aprovados recebem um laudo técnico com validade para um ano. Se forem reprovados, a empresa responsável pelo medidor é autuada e o equipamento é interditado.

Importante: Para que as multas emitidas em função dessas medições sejam legítimas e prosperem, o medidor de velocidade precisa ter sido verificado e aprovado pelo Ipem-SP, e estar dentro do prazo de validade. Para saber se o medidor de velocidade está dentro da validade, acesse o PSIE – Portal de Serviços do Inmetro nos Estados.

26 de junho: Metrologistas também têm o seu dia!

26 de junho de 2020

Urânia – cópia romana restaurada, baseada em original grego do século IV a.C.

Urânia, uma das nove musas gregas, representa a astronomia, a geometria, as medições… Urânia é, talvez, a primeira entidade mítica cuja atividade era medir, e que é tradicionalmente representada com um compasso e com o globo terrestre. Os antigos gregos eram realmente sábios: não apenas criaram uma musa para a metrologia, como criaram uma metrologista musa!

Em uma representação mais moderna, o globo de Urânia exibe meridianos e paralelos.

A metrologia está em toda a parte, e as atividades que exigem a presença de metrologistas não são poucas. No Brasil comemoramos o Dia Nacional do Metrologista em 26 de junho porque foi nessa data, em 1862, o Imperador Dom Pedro II promulgou a lei nº. 1157, pela qual o Brasil adotou o Sistema Métrico Decimal.

Aqui no Instituto de Pesos e Medidas do Estado de São Paulo, metrologistas são a própria alma da instituição e trabalham duramente para que haja lisura nas transações comerciais, proteção ao consumidor, leal concorrência e suporte técnico metrológico às forças produtivas do Estado e do País.

O Almanaque do Ipem-SP, em cujas veias virtuais correm bits e bytes metrológicos, parabeniza metrologistas de todas as áreas, de todos os tempos e de todos os cantos do planeta! Pede licença, entretanto, para registrar aqui um abraço especial às Especialistas e aos Especialistas em Metrologia e Qualidade do Ipem-SP, mulheres e homens que são o esteio do Instituto. Parabéns, colegas! E também parabenizamos os Técnicos em Metrologia e Qualidade do Ipem-SP, que compõem as equipes metrológicas e “botam a mão na massa”. Que Urânia, a Celestial, nos inspire a todos!

Festas Juninas 2020

23 de junho de 2020

Apesar da pandemia da Covid-19 e da quarentena, é impossível não comemorar as festas juninas, nem que seja em casa. Sim, afinal de contas é necessário manter o isolamento social. Então, mesmo que o arraial seja feito na sala do apartamento ou no quintal de casa, o importante é divertir-se com a família, principalmente as crianças, mas com segurança. Assim, siga esses dicas:

Ao comprar fantasias e agasalhos, fique de olho na etiqueta têxtil. Ela contém informações sobre a composição do tecido, tamanho, dados do fabricante e cuidados na conservação. O Ipem-SP fiscaliza a presença da etiqueta, que é obrigatória nas peças de vestuário, roupas de cama, mesa e banho e muitos outros produtos!

Atenção também ao comprar produtos pré-medidos, aqueles cuja quantidade vem informada na embalagem. Os produtos típicos desta época, como os doces, bolos, fubá, canjica, cachaça, arroz etc. trazem na embalagem a indicação da quantidade líquida. O Ipem-SP fiscaliza esses produtos. Na dúvida, fale com a ouvidoria do Ipem-SP pelo número 0800.013.05.22.

Não solte balões! Lembre-se de que soltar balão é crime, e coloca em risco a vida e o patrimônio das pessoas. E já que estamos no assunto, lembre-se também de que é proibido soltar fogos na cidade de São Paulo, pois as explosões provocam mal-estar em idosos, crianças e animais domésticos.

20 de Junho! Começou o Inverno!

19 de junho de 2020

Neste ano de 2020 o solstício de inverno no hemisfério sul ocorre, precisamente, às 18 horas e 44 minutos do dia 20 de junho!

Para quem não se lembra, em astronomia solstício é o momento em que o Sol, durante o seu movimento aparente ao redor da terra, atinge o ponto de maior latitude em um dos hemisférios (maior declinação, diriam os astrônomos). Os solstícios ocorrem duas vezes ao ano, em junho e dezembro. Agora, por exemplo, é solstício de inverno aqui no hemisfério sul, o que significa que teremos a noite mais longa do ano. Enquanto isso, no hemisfério norte, será solstício de verão, e eles terão o dia mais longo do ano. Em dezembro a situação se inverte: para nós será solstício de verão, enquanto para eles será solstício de inverno.

Na maior parte do território brasileiro as temperaturas não chegam a cair muito, a não ser nos lugares mais elevados (as serras), ou mais ao sul, onde as maiores latitudes influenciam o clima.

Mas o que é que a metrologia tem com isso? Bem, o próprio conceito de latitude tem a ver com metrologia. Latitude e longitude são coordenadas geográficas que permitem medir distâncias e localizar um ponto na superfície do planeta. Isso é feito com os chamados paralelos e meridianos. Aliás, foi medindo o comprimento de um meridiano que se chegou à primeira definição do metro!

Os meridianos são linhas imaginárias traçados de polo a polo, verticalmente ao equador. Marcam a longitude. O principal deles é o meridiano de Greenwich, que passa pela cidade do mesmo nome na Inglaterra. É o marco inicial de longitude e dos fusos horários.  Os paralelos, como o nome diz, são linhas imaginárias traçadas paralelamente ao equador e que delimitam, entre outras coisas, as zonas tropicais e polares. Marcam a latitude.

Placa assinala o local, na Rodovia Anhanguera, em São Paulo, Capital, onde passa o Trópico de Capricórnio

Os trópicos são paralelos que delimitam as zonas tropicais e marcam o ponto mais ao norte, ou mais ao sul que o sol atinge durante os solstícios de verão e de inverno. O trópico de Capricórnio (23° 26’ 14” S) delimita a zona tropical sul e passa, no Brasil, sobre o Estado de São Paulo (inclusive aqui na cidade de São Paulo) e também no norte do Paraná e sul do Mato Grosso do Sul. Por estarmos no solstício de inverno, o sol se encontra sobre o trópico de Câncer (23° 26″ 14′ N) e determina o início do verão no hemisfério norte.

Carroçaria para Carga Sólida

15 de junho de 2020

foto: divulgação

Os caminhões dotados de carroçaria para carga sólida, também conhecida como caçamba, são muito utilizados no comércio e transporte de areia, brita, cascalho, terra e outros materiais a granel.

Essa carroçaria, entretanto, tem uma característica que a diferencia das carroçarias comuns. Ela é uma medida materializada de volume, utilizada comercialmente para comportar um volume conhecido de carga transportada, e, como tal, está submetida ao controle metrológico legal. Por isso, deve ter a sua capacidade útil conferida e verificada pelos órgãos metrológicos delegados do Inmetro.

Essas carroçarias tem dispositivos de referência soldados nas laterais internas, onde a marca de referência indica a capacidade nominal em metros cúbicos. Se a carroçaria tiver mais de um nível de enchimento, o dispositivo de referência pode ser uma barra com as marcas de enchimento correspondentes. Veja o croquis abaixo:

Dispositivo de referência de volume. Ilustração anexa à Portaria Inmetro/MDIC nº 70 15/2016

Como todo instrumento de medir sujeito à metrologia legal, as carroçarias para carga sólida devem ser submetidas à verificação inicial no fabricante, e também às verificações subsequentes. Aqui no Estado de São Paulo, o Ipem-SP é o órgão responsável por verificar se o volume da caçamba informado pelo fabricante está correto. Para saber mais, acesse a Portaria Inmetro/MDIC nº 70/2016.

IpemSPbalancarodoRioPreto14052020

Ipem-SP faz verificação inicial em carroçaria no fabricante

 

Dia Mundial da Acreditação 2020

9 de junho de 2020

O dia 9 de junho de 2020 marca o Dia Mundial da Acreditação ou World Accreditation Day, uma iniciativa global estabelecida pela ILAC (International Laboratory Accreditation Cooperation) e pela IAF (International Accreditation Forum) para promover o valor da acreditação. O tema deste ano se concentra em como o credenciamento apoia a segurança alimentar, reforçando a confiança dos consumidores, fornecedores, compradores e especificadores na qualidade e segurança dos alimentos.

A importância do credenciamento em segurança de alimentos, observando como este garante serviços de inspeção, certificação e teste competentes e imparciais em todas as partes das cadeias locais, nacionais e internacionais passa a ser fundamental. O credenciamento apóia os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) das Nações Unidas, particularmente Boa Saúde e Bem-Estar.

ILAC-Blurb-01 - Product Safety Inc Links Úteis – SNMV

Dia dos Namorados 2020

8 de junho de 2020

Dia dos namorados é dia de trocar presentes!

Se você resolveu dar roupa, fique de olho na etiqueta têxtil. Ela contém uma série de informações importantes sobre o tipo de composição do tecido, tamanho, dados do fabricante e cuidados para limpeza. A presença da etiqueta têxtil é obrigatória nas peças de vestuário, roupas de cama, mesa e banho, cortinas, colchões, travesseiros, linhas e mais um grande variedade de produtos! Equipes de fiscalização  do Ipem-SP visitam as lojas e retiram de comercialização os produtos que estiverem irregulares ou que não apresentarem a etiqueta têxtil. Aliás, lembre-se de que a lã e a seda são fibras naturais. Não existem lãs e sedas sintéticas.

E se você for dar chocolate observe que as embalagens do produto, como as caixas de bombom, por exemplo, informam o peso líquido do chocolate contido na embalagem.  O Ipem-SP fiscaliza os chocolates para que o seu presente esteja com o peso certo.

 

 

 

 

Lembre-se de que o uso do preservativo (camisinha) além de evitar gravidez indesejada, protege contra as doenças sexualmente transmissíveis! Preservativos são certificados obrigatoriamente pelo Inmetro. Antes de comprar, preste atenção na embalagem. Ela deve estar intacta, dentro do prazo de validade e precisa ter o símbolo do Inmetro. O Ipem-SP fiscaliza regularmente os preservativos e retira de comercialização os que estiverem irregulares.

 

Os bichos de pelúcia, como todos os outros brinquedos, são certificado obrigatoriamente pelo Inmetro. Observe a existência da Marca de Certificação, um selo com os logotipos do Organismo de Certificação de Produto (OCP) e do Inmetro. Nunca compre brinquedo no comércio informal e sempre peça a nota fiscal.
Se a ideia for dar um eletrodoméstico, não deixe de observar o selo de conservação de energia. Ele informa o nível de eficiência energética (maior ou menor consumo de eletricidade).

E porque a maioria das lojas está fechada por conta da quarentena, muita gente vai fazer compras pela internet.  Nas compras feitas nessa modalidade, é importante lembrar que:

1) O site não é obrigado a exibir os Selos ou a Etiqueta, entretanto, as informações contidas neles devem ser apresentadas de forma clara.

2) Em razão da pandemia, os prazos de entrega informados pelos sites têm sofrido alteração, e alguns deles ainda não atualizaram essas informações. Confirme, sempre que possível, os prazos de entrega.

Dia Mundial do Meio Ambiente 2020

1 de junho de 2020

Dia Mundial do Meio Ambiente: Hora da Natureza

O Dia Mundial do Meio Ambiente foi criado no dia 5 de junho pela Assembleia Geral da ONU, em 1972, durante a Conferência de Estocolmo, na Suécia, onde o tema principal foi o meio ambiente. A partir daí a data tem sido comemorada todos os anos com eventos destinados a conscientizar as pessoas da necessidade de preservar o meio ambiente.

Este ano será a vez da Colômbia sediar a conferência internacional do Dia Mundial do Meio Ambiente, com o tema “Hora da natureza”. Abaixo reproduzimos o texto do site “World Environment Day” suportado pela ONU.

Os alimentos que comemos, o ar que respiramos, a água que bebemos e o clima que torna nosso planeta habitável vêm da natureza. Somos mais dependentes do que imaginamos de sua rede interconectada e do seu delicado equilíbrio.

Contudo, esse é um momento singular em que a natureza está nos mandando uma mensagem. Ela está nos mostrando que a vida como a conhecemos está à beira de um colapso.

É hora de acordar. De tomar consciência. De repensar nossa relação com o meio ambiente.

É hora de soltar a voz e dizer ao mundo que precisamos agir. Esse Dia Mundial do Meio Ambiente é a hora da Natureza.

Dia Mundial do Meio Ambiente: Hora da Natureza

Taxímetro

25 de maio de 2020

Ipem realiza verificação de taxímetros em Sorocaba nesta sexta ...

 

O taxímetro é um instrumento que mede a distância que o táxi percorre e, também, o tempo que o veículo fica parado quando em serviço. A partir dessas informações e do valor da tarifa, o instrumento calcula automaticamente o preço a pagar. É muito importante que as medições de distância e tempo feitas pelo taxímetro sejam corretas. Por isso é obrigatório submeter o instrumento ao controle metrológico do Ipem-SP.

Controle metrológico é o processo de verificação do instrumento para ver se ele está medindo corretamente, e também se está indicando corretamente o preço a pagar correspondente à essa medição. A verificação do taxímetro é feita uma vez ao ano, ou sempre que a prefeitura altera o valor da tarifa. Além de verificar o taxímetro os fiscais do Ipem-SP verificam outros aspectos obrigatórios, como o estado de conservação do instrumento e a sua posição no painel do veículo.

taxímetro

O taxímetro que estiver bem conservado, instalado corretamente e que apresentar desempenho metrológico correto é aprovado e recebe um lacre amarelo e a marca de verificação do Inmetro (um selo holográfico adesivo) com o ano de validade.

Dicas:

O taxímetro deve ser ligado apenas quando o passageiro entrar no táxi. Nesse momento o taxímetro deve exibir, no visor, o valor da tarifa inicial (bandeirada).

O valor das tarifas são determinados pelas prefeituras municipais. Além disso, algumas prefeituras também permitem o uso de tarifas diversificadas quando o táxi trabalha em horário noturno, domingos e feriados (bandeiras um, dois, três etc.).

Observe a existência do lacre amarelo (que deve estar intacto) e do selo holográfico do Inmetro com o ano de validade. O taxímetro deve estar indicando “zero” no valor a pagar, e só passará a indicar o valor da bandeirada quando for ligado.

Recuse táxi de outro município (veja a placa do carro) e não aceite corrida com valor “tratado” em municípios onde se utilizam taxímetros.